Febre Aftosa


Quase 100% do rebanho paulista foi vacinado na primeira fase da campanha contra a febre aftosa, realizada em maio. A vacina era obrigatória para os animais com até 24 meses de idade.

O Estado tem um total de 4.549.794 cabeças de bovídeos, sendo 4.515.045 bovinos e 34.749 de bubalinos nesta faixa etária. O índice da campanha este ano, que chegou a 99%, é superior ao mesmo período de ano passado, quando 98,21% do rebanho foram vacinados.
"Este balanço mostra a preocupação do produtor em prevenir a doença e a importância da manutenção da sanidade do rebanho, que há 16 anos não registra focos da febre aftosa", afirma o coordenador da Defesa Agropecuária da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, Heinz Otto Hellwig.

Desde 2000, o Estado é reconhecido como "livre da febre aftosa com vacinação", pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE, sigla em inglês), que é encarregada de exercer a vigilância sobre segurança sanitária do comércio de animais.
A próxima etapa da campanha será realizada em novembro com a vacinação obrigatória de bovinos e bubalinos de todas as idades, incluindo os animais que receberam a primeira dose em maio.