SECRETARIA MUNICIPAL DE ABASTECIMENTO


Em busca de apoio do governo do Paraná para o desenvolvimento de programas de amplo alcance social e de política públicas em benefício de pequenos produtores da cidade, o secretário Municipal de Abastecimento, Sérgio Zadorosny Filho, esteve reunido com o chefe regional da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB), Laertes Bianchessi, ontem segunda-feira (25). “Precisamos fortalecer e ampliar as parcerias com o governo do Estado para avançar em projetos que geram um lucro social para os agricultores familiares e que beneficiam diretamente a população, que recebe um alimento fresco, diversificado e de qualidade em programas como o Feira Verde”, afirma Zadorosny.
O Feira Verde beneficia tanto quem produz quanto quem consome os alimentos, pois trabalha em parceria com 180 produtores da região, que fornecem 20% do total de produtos trocados no programa. O secretário revelou a intenção do governo municipal de ampliar a participação dos agricultores familiares gradativamente. “Priorizamos o pequeno produtor, queremos dar assistência para que se produza melhor e também que se escoe melhor e para isso é indispensável a parceria com o governo do Paraná no incentivo a produção”. Salienta Zadorosny.
Nesse contexto, a reunião pautou a futura implantação de um Centro de Distribuição Atacadista em Ponta Grossa. “Um Centro de Distribuição de Hortifruti na cidade vai motivar a produção dos agricultores familiares e facilitar o escoamento das frutas, verduras e hortaliças produzidas na região”, revela Zadorosny. Segundo o secretário, o Centro de Distribuição funcionaria em local fixo, todos os dias da semana, comercializando a preços acessíveis uma grande variedade de frutas, legumes e verduras provenientes de pequenos produtores da região.
O chefe da regional, Laertes Bianchessi, revelou que o governo do Estado está desenvolvendo um projeto que, em parceria com municípios, vai promover a distribuição de calcário para pequenos produtores. O calcário combate a acidez, corrige o pH do solo e também representa a base do trabalho no manejo da fertilidade do solo e na melhoria nas condições de desenvolvimento das culturas.  “Em algumas semanas o projeto vai ser operacionalizado em Ponta Grossa, que deve ser um dos municípios contemplados. Trata-se de um apoio financeiro para que pequenos produtores consigam acessar esse corretivo para melhorar a qualidade do solo”, afirma Bianchessi.
O chefe da regional da SEAB se colocou à disposição para receber os pleitos e encaminhá-los para análise junto ao secretário Norberto Anacleto Ortigara. “É sempre importante manter um relacionamento próximo entre as secretarias, trocar informações sobre projetos que podem ser desenvolvidos em parcerias e novos projetos a serem elaborados em conjunto. Estamos à disposição de Ponta Grossa”, completa Bianchessi.