Ponta Grossa terá Pelotão de Polícia Montada



Dentro de 20 dias, Ponta Grossa contará com um Pelotão de Polícia Montada, através de uma parceira entre a Prefeitura, através das Secretarias Municipais de Cidadania e Segurança Pública e de Agricultura e Pecuária, e a Polícia Militar. Os cavalos da Guarda Montada chegaram na terça-feira e todos já estão treinados e preparados para a função. Os policiais militares e guardas municipais que atuarão no policiamento montado já iniciaram o treinamento e tão logo termine, a polícia montada estará nas ruas.

Projeto inédito no município, a polícia montada, além de aumentar a segurança na cidade, marca a união das forças de segurança de Ponta Grossa. Os cavalos vieram do Regimento de Polícia Montada Coronel Dulcídio, em Curitiba, sob a intervenção do Coronel do 4.º Comando Regional da Polícia Militar, Marco Aurélio Paredes Czerwonka. “Essa iniciativa é louvável, pois segurança pública é responsabilidade e direito de todos”, diz o coronel, que grandes benefícios neste tipo de policiamento.

A Polícia Montada em Ponta Grossa terá um efetivo de 15 cavalos e 15 homens, o quê, de início, segundo Czerwonka, será suficiente. O Pelotão Montado será coordenado pela Polícia Militar e atuará sempre em trios. Além dos cavalos, Ponta Grossa recebeu do Governo do Estado os arreios e o fardamento para os policiais e os guardas municipais. Já município, além da ajuda da Guarda Municipal, disponibilizou para a polícia montada toda a estrutura física necessária. Os cavalos estão abrigados no Centro Agropecuário de Ponta Grossa.

De acordo como secretário de Cidadania e Segurança Pública, Ary Lovato, nesta primeira etapa, a polícia montada atuará, principalmente, na periferia de Ponta Grossa, onde a polícia tem dificuldades de acesso. Ainda de acordo com o secretário, há a possibilidade de que o efetivo seja aumentado, dependendo da receptividade da população de Ponta Grossa. “Ao longo do tempo pretendemos colocar em Ponta Grossa um Regimento da Polícia Montada”, diz Lovato. A expectativa é de que a Polícia Montada esteja nas ruas dentro de uns 20 dias.