Prefeitura discute políticas de combate ao crack



O prefeito Marcelo Rangel e o secretário municipal de Saúde, Erildo Muller, receberam ontem quinta-feira (21) a juíza da Vara da Infância e da Juventude, Noeli Reback. O objetivo do encontro foi discutir as políticas voltadas para o combate ao crack e o atendimento de crianças e adolescentes usuários de drogas. Entre os assuntos abordados estavam os programas de medidas sócioeducativas; a Guarda Solidária; e o Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (Capsi), entre outros. A meta, a ser atingida em conjunto pela Prefeitura de Ponta Grossa e Vara da Infância e da Juventude, é estabelecer ações que visam o combate às drogas e o tratamento de adolescentes e jovens usuários.
Rangel falou a respeito do interesse do governo em travar uma luta contra as drogas. “Entre os motivos da criação da Secretaria de Cidadania e Segurança Pública é o combate ao crack. Esta droga destrói famílias”, ressaltou. A juíza destacou que para realização destes programas são necessárias parcerias com a prefeitura. “Nós conversamos com o prefeito com objetivo de renovar as parcerias que já existem e, na medida do possível, estabelecermos novos acordos”, explicou.
Segundo o secretário de Saúde, Erildo Muller, serão desenvolvidas atividades voltadas ao combate às drogas, especialmente ao crack. “As pessoas precisam ter a consciência de que o vício em drogas é uma doença que precisa ser tratada. Estaremos desenvolvendo políticas neste sentido”, disse. Rangel afirmou que os convênios existentes com a Varada Infância e da Juventude serão renovados. “Temos total interesse em dar continuidade a estes projetos, vamos colaborar com a estrutura física e humana”, finalizou.