5ª CONFERÊNCIA DAS CIDADES

Ponta Grossa levará discussões para Foz do Iguaçu
 
Foto: Divulgação
A 5ª Conferência Municipal das Cidades de Ponta Grossa, realizada na sexta-feira e sábado, no Centro de Cultura, reuniu cerca de 100 pessoas, entre representantes do poder público, entidades de pesquisa, instituições, movimentos populares e organizações governamentais. Todas as propostas que foram estudadas durante o encontro serão levadas agora para a Conferência Estadual das Cidades, que acontecerá em Foz do Iguaçu, entre os dias 13 a 15 de agosto.
A Conferência em Ponta Grossa se propôs a debater a participação e o controle social no sistema nacional de desenvolvimento urbano, sobre como a municipalidade pode fortalecer a participação e o controle social da sociedade nas políticas urbanas, a participação da prefeitura no fortalecimento da participação da sociedade e como melhorar o funcionamento do Conselho Municipal da Cidade. “Chegamos aos nossos propósitos, de discutirmos todos os temas propostos e elencarmos as questões que apresentaremos em Foz do Iguaçu, na Conferência Estadual”, diz o coordenador Mauricio Nickel.
De acordo Nickel, em Ponta Grossa foram levantadas 30 questões em torno dos temas propostos. Destas 30, algumas são de âmbito nacional, com a possibilidade de implantação em qualquer cidade do Brasil. Já outras são pontuais, especificamente para Ponta Grossa, que serão enviadas ao prefeito Marcelo Rangel. Uma dessas propostas para Ponta Grossa é a formatação do Conselho das Cidades, formado em 2007. De acordo com o estatuto, os representantes do Conselho devem ser indicados pelo prefeito. Durante a Conferência foi proposta a mudança sobre a forma de escolha, ficando a cargo dos municípedes.
Na próxima etapa, em Foz do Iguaçu, os delegados escolhidos para defender as questões de Ponta Grossa na Conferência Estadual das Cidades têm um trabalho difícil pela frente: apresentar as idéias de Ponta Grossa de forma clara e convincente para que as propostas do município sejam votadas e sigam para a Brasília, para a Conferência Nacional das Cidades, em data ainda a ser marcada. Nesta ocasião, serão escolhidas as propostas que serão firmadas como diretrizes para todas as cidades do Brasil.
Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Ponta Grossa