Guarda Municipal detém pichadores

Na madrugada de domingo, a Guarda Municipal flagrou três pessoas que pichavam muros na Colônia Dona Luíza, nas proximidades do cemitério local. A ação foi feita por uma equipe da Ronda Ostensiva Municipal Urbana (ROMU), que patrulhava o local. Os rapazes, ambos de 18 anos, foram encaminhados para a 13.ª Subdivisão Policial, onde foi feito o Boletim de Ocorrência e o Termo Circunstanciado. O processo será enviado ao Juizado Especial Criminal e os rapazes responderão pelo crime ambiental, podendo ser condenados a uma pena de detenção de 3 meses a 1 ano e multa.

A ação de domingo foi um flagrante ocorrido pela equipe que patrulhava o local, mas uma ação como essa também pode ser deflagrada com a ajuda da população, através do disque denúncia, pelo número 153. Ao presenciar um ato de pichação, o denunciante deve indicar o endereço do local atacado. Assim que o crime é relatado ao disque denúncia, a Guarda Municipal já aciona os órgãos policiais que conseguem dar o flagrante no momento do ato. A ligação é segura e a identificação do denunciante é mantida em sigilo.

Para ajudar a combater este tipo de crime, em abril a Prefeitura de Ponta Grossa lançou a campanha “Pichar é Crime”, que, além da fiscalização rigorosa, propõe orientar crianças e adolescentes nas escolas. A atuação da Campanha é permanente e visa também a orientação da população sobre o problema. A campanha é desenvolvida pela Secretaria de Cidadania e Segurança Pública e conta com a participação de todos os setores envolvidos com a segurança do município, como as Polícias Civil e Militar, a Guarda Municipal e o Conselho Municipal de Segurança (Conseg). O projeto conta ainda com o apoio da Câmara Municipal, da Associação Comercial e Industrial de Ponta Grossa (Acipg) e da CCR Rodonorte.
Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Ponta Grossa