Ineditamente, Feira Verde participa de evento na região central

Foto: Equipe Feira Verde

O incentivo a uma alimentação mais saudável, promovido pelo programa Feira Verde, será um dos temas discutidos com crianças da Rede Municipal de Ensino durante a Semana de Saúde na Escola, que acontece de 10 a 14 de junho, em todas as escolas municipais. Por isso, a Secretaria Municipal de Abastecimento foi convidada pela Secretaria Municipal de Educação a participar do encerramento das atividades da Semana da Saúde, que acontecerá no dia 15 de junho, no Parque Ambiental, das 9h às 12h.
A coordenadora de projetos especiais da Secretaria de Educação, Priscila Pendrak, e a assistente social, Leni da Rocha, estiveram reunidas com o secretário de Abastecimento, Sérgio Zadorony Filho, nesta sexta-feira (24), para formalizar o convite. “Na Semana da Saúde, trabalharemos assuntos como a obesidade e vamos demonstrar as diferentes possibilidades de garantir uma alimentação mais saudável e nutritiva. O Feira Verde é uma excelente ferramenta para assegurar alimentos saudáveis de maneira simples, usando materiais que seriam descartados como lixo”, afirma a coordenadora. Além disso, Priscila informa que, durante a programação da Semana da Saúde outras atividades relacionadas a saúde serão feitas em parceria com equipes do Programa Saúde da Família, e temas como a visão serão abordados.
No evento de encerramento no Parque Ambiental, a Secretaria de Educação vai contar com a parceria das Fundações de Esporte e de Cultura, com recreação infantil e apresentações artísticas, com a Secretaria de Saúde, que disponibilizará o Ônibus da Saúde, e com a Secretaria de Abastecimento, que levará uma equipe do programa Feira Verde e disponibilizará pessoal para orientar sobre cadastramento no programa Mercado da Família. “Estamos felizes em poder contribuir com a educação e a saúde da população, através de dois programas de amplo alcance social, que são o Feira Verde e o Mercado da Família”, salienta o secretário. Zadorosny ressalta que a ideia é bastante interessante tendo em vista que, além da comunidade que vai estar no evento participar, quem mora na região central também terá a oportunidade de fazer as trocas de materiais recicláveis por frutas, legumes e verduras durante o evento. “A região central não possui pontos de troca, por isso será uma grande oportunidade para os moradores da localidade, bem como para os que transitam pelo Terminal Central, participar do programa. Dessa forma, o programa estará em um ponto diferente, estimulando hábitos mais saudáveis e que preservam o meio ambiente com a destinação correta de tudo aquilo que pode ser reaproveitado e contribuindo com o sustendo de muitas famílias que dependem dos materiais recicláveis para sobreviver”, completa Zadorosny.  
Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Ponta Grossa