Prefeitura e entidades definem regras de uso para o Centro Agropecuário

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Ponta Grossa reuniu nesta quinta-feira (23) todas as entidades conveniadas que atuam no Centro Municipal Agropecuário para discutir os termos de Cessão de Uso do local. Foram reunidos representantes do programa de Equoterapia, Sociedade Rural, Sindicado Rural, Centro de Tradição Gaúcha (CTG), Núcleos dos Criadores de Crioulo e Charolês, Grupo Gestor do Centro Agropecuário Municipal, Polícia Militar, juntamente com o secretário de Agricultura e Pecuária, Gustavo Ribas Netto, a Secretaria de Governo, Indianara Milléo, o presidente da Fundação Municipal de Turismo, Eldo Bortolini, e o controlador geral do Município, Lauro Costa.
O convênio entre a Prefeitura e as entidades conveniadas pretende normatizar a utilização do Centro Agropecuário Municipal. Foram estabelecido novas regras e readequadas outras para o uso do espaço. O novo contrato terá vigência de cinco anos, a partir da data da assinatura, ainda a ser marcada. O convênio também estabelece metas: prefeitura e entidades se unem para aumentar e reforçar as capacidades das instituições conveniadas, para maior desenvolvimento do setor agropecuário de Ponta Grossa e região, através de exposição, feiras e leilões, e também fortalecer o agronegócio da região. Um dos assuntos debatidos na reunião foi o uso do recinto de leilões.
O convênio determina como obrigações do município manter e cuidar das instalações do Centro Agropecuário, o pagamento de despesas, como energia elétrica e água, e a cessão do espaço para a realização de eventos agropecuários, previamente agendados na Secretaria de Agricultura e Pecuária. Já as entidades conveniadas devem zelar pela integridade das instalações do local, manter pessoal necessário ao funcionamento da sede administrativa e realizar a manutenção das suas instalações. “Foi uma reunião muito importante, onde ouvidos as expectativas e sugestões das entidades que usam o espaço do Centro Agropecuário Municipal para firmamos um convênio bom para os dois lados”, diz Ribas Netto.
Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Ponta Grossa