Foto: Divulgação
Para aprimorar os programas sociais desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Abastecimento, a Prefeitura de Ponta Grossa enviou uma comitiva para uma visita técnica a Secretaria de Abastecimento de Curitiba, nesta terça-feira (4). “Os programas Armazém da Família e Câmbio Verde de Curitiba foram inspiração para a criação dos programas Mercado da Família e Feira Verde de Ponta Grossa e por isso acompanhar a evolução desses programas é tão importante. A troca de experiência proporciona o surgimento de novas ideias e evita futuros erros”, destaca o diretor de Abastecimento de Ponta Grossa, Márcio Ferreira, que liderou a comitiva.
Foto: Novo ônibus do Mercado da Família
A equipe de Ponta Grossa, que também foi integrada pela diretora do programa Mercado da Família, Cristiane Takakusa Carneiro, pelo chefe da Divisão de Abastecimento, César Augusto Ferreira, pela supervisora administrativa e financeira, Edina Vitkoski, pela coordenadora da divisão de licitação, Sônia Vieira e pelo analista de sistemas, Rômulo Merhy, foi recepcionada pelo diretor de Abastecimento de Curitiba, Marcelo Zanchi, e pelo presidente da Comissão Permanente de Licitação, André da Motta Bezerra. “Fomos muito bem recebidos por dois grandes profissionais que atuam na Secretaria de Abastecimento de Curitiba e que se disponibilizaram a nos ajudar na implantação da Central de Compras de Ponta Grossa, através de uma assessoria na parte jurídica, administrativa e financeira”, explica Edina Vitkoski. Atualmente, as compras do programa Mercado da Família são feitas por meio de um convênio com a Prefeitura de Curitiba que, com outras cidades da região metropolitana, consegue comprar um grande volume de produtos direto dos fornecedores, garantindo preços mais baratos. “A parceria com Curitiba tem sido fundamental para manter os preços baixos durante esses primeiros anos de programa, mas, de acordo com o convênio, precisamos nos tornar independentes. Por isso, viemos a capital para solicitar apoio durante essa transição”, afirma Sônia Vieira. De acordo com a coordenadora, o convênio com a capital está vigente até o final do ano, quando a Central de Compras de Ponta Grossa deve estar em pleno funcionamento.
Foto: Produtos mercado da familia
Além disso, a comitiva ponta-grossense visitou algumas unidades Armazém da Família e também o depósito do programa. “O depósito da capital é muito bem estruturado, um grande exemplo a ser seguido”, destaca o chefe da Divisão de Abastecimento, César Ferreira. Curitiba conta atualmente com 33 lojas Armazém da Família e com a unidade móvel que faz a comercialização dos produtos de maneira itinerante. Segundo Cristiane Takakusa, a intenção de Ponta Grossa também é implantar o Mercado da Família Móvel, facilitando o acesso das famílias que moram nos Distritos do município, e a experiência da capital com esse sistema será decisiva para evitar falhas. “Os profissionais de Curitiba foram bastante receptivos, nos transmitiram informações esclarecedoras e muito relevantes para serem aplicadas em Ponta Grossa”, conclui o analista de sistemas, Rômulo Merhy.
Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Ponta Grossa