Dia Nacional Agricultura Familiar - Dia 25 de julho

Foto: Divulgação
No Dia Nacional da Agricultura Familiar, 25 de julho, o Grupo Gestor Municipal de Aquisição de Alimentos Direto do Agricultor Familiar da Secretaria Municipal de Abastecimento promoveu uma reunião entre os seus membros para discutir as demandas dos produtores rurais da região, a elaboração do estudo para inclusão de novos produtos no Programa de Aquisição de Alimentos Direto do Agricultor Familiar e também sobre o Programa de Pavimentação Poliédrica em parceria com o Governo do Estado. Formado por representantes das Secretarias de Abastecimento e de Agricultura e Pecuária, da Emater, dos grupos de produtores rurais formal, informal e de Conchas Velhas, o Grupo Gestor visa assegurar condições dignas de trabalho aos pequenos produtores da região de Ponta Grossa.

Participaram da reunião o coordenador do Grupo, secretário Municipal de Abastecimento Sérgio Zadorosny Filho, a diretora do programa Mercado da Família, Cristiane Takakusa Carneiro, o diretor Financeiro, Robson Lendzion, a diretora Administrativa, Patrícia Di Mário, a assessora de gabinete, Fernanda Raphaelly, o engenheiro agrônomo da Secretaria de Agricultura, Michel Demiate, os produtores rurais da região Romualdo Siuta, Silvia Siuta, Rogério Cavagnari, Suzana Mioginski e Antônio Zarebelni, além da representante da Emater, Luciane da Silva.

De acordo com o produtor Romualdo Siuta, a principal preocupação dos agricultores é referente ao contrato com o município que termina no mês de outubro. “Baseado em problemas anteriores a esta gestão, nosso receio é de ficar sem contrato após a vigência do atual contrato. Precisamos do apoio da prefeitura para que isso não aconteça”, comenta o agricultor. O secretário destacou que a intenção é formalizar e encaminhar o pedido à procuradoria já na próxima semana e, dessa forma, garantir que os agricultores comercializem suas produções ininterruptamente. “Acreditamos que nova gestão significa novas ideias e no governo Marcelo Rangel temos uma atenção especial com os agricultores familiares. Trabalhamos para projetar e desenvolver o arranjo de produção local, valorizando o setor e fomentando a comercialização de produtos frescos e de qualidade”, afirma Zadorosny.


O secretário lembra que, em ação inédita, o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel,por intermédio da Secretaria de Abastecimento, assegurou o aumento do limite anual de compras dos pequenos produtores rurais da cidade através da assinatura do decreto 6902, que regulamenta o Programa Municipal de Aquisição de Alimentos Direto do Agricultor Familiar, no mês de março. Com a assinatura do decreto, o limite passou de R$ 4.500 para R$ 8.000 por ano, o que representa benefícios em dobro para os pequenos produtores. “Esse é um marco histórico para o fortalecimento do arranjo de produção local. Estamos viabilizando a compra de mais alimentos do pequeno produtor, que passa a ter a garantia da venda de um volume maior de sua produção e, na outra ponta, beneficiando programas sociais como o Feira Verde, que passará a contar com mais alimentos de qualidade, muitas vezes coletados no mesmo dia”, destaca Zadorosny.

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Ponta Grossa