2 de agosto de 2013

Conferência Macrorregional discute resíduos sólidos

Foto: Divulgação
A Conferência Macrorregional de Meio Ambiente reuniu nesta quinta-feira, em Ponta Grossa, 73 delegados, que representaram municípios da Região dos Campos Gerais, Região Metropolitana de Curitiba e litoral paranaense. O tema proposto para esta edição foi o gerenciamento dos resíduos sólidos. Todas as propostas discutidas e aprovadas em Ponta Grossa serão levadas para a Conferência Estadual do Meio Ambiente, que será realizada em Foz do Iguaçu, nos dias 5 e 6 de setembro. A Conferência Macrorregional do Meio Ambiente é uma mobilização da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, em conjunto com o Instituto das Águas e com o apoio da Prefeitura de Ponta Grossa.
A produção de consumo sustentável, a redução dos impactos ambientais, a criação de emprego e renda e a educação ambiental foram as principais propostas debatidas durante a Conferência, realizada no bloco PDE do campus de Uvaranas da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). “Esses debates são importantes e permitem a participação popular nas decisões políticas ambientais do estado e do país. Há muito que se discutir, estudar e compartilhar”, disse o prefeito Marcelo Rangel, que participou da abertura da Conferência. De acordo com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, as conferências têm o objetivo de implementar a lei 12.305/2010, que cria a Política Nacional de Resíduos Sólidos.
Foto: Jorge da Farmácia, Sandro Alex, Marcelo Rangel, Luiz Eduardo Cheida, Fernando Pilatti, Laertes Dudas
Além do prefeito, participaram da abertura da Conferência o secretário estadual de Meio Ambiente, Luiz Eduardo Cheida, o secretário municipal de Meio Ambiente, Fernando Pilatti, o deputado federal Sandro Alex, o deputado estadual Raco Rodrigues, o vereador Jorge da Farmácia e o coordenador da Conferência Estadual do Meio Ambiente, Laertes Dudas. Durante o encontro, Rangel falou sobre o projeto da Usina de Tratamento de Resíduos Orgânicos, a ser implantado em Ponta Grossa. “Acredito que é esse o caminho que devemos seguir. Temos o maior interesse em dar uma destinação adequada e permanente para o lixo em Ponta Grossa”, disse o prefeito.

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Ponta Grossa

SAIBA MAIS

Evento Rotary Distrito 4730: Empreender é o Futuro!

Primeira edição do evento Empreender é o Futuro, com cunho beneficente, realizado pelo Rotary Club Distrito 4730.  Venha potencializar su...