Ponta Grossa pretende imunizar 7.120 meninas contr o aHPV

   Em Ponta Grossa, a campanha de vacinação contra o Vírus do Papiloma Humano (HPV), que será iniciada na próxima segunda-feira (10) em todo o país, deve imunizar 7.120 meninas de 11 a 13 anos. Isso representa 80% do público alvo da campanha de imunização contra o HPV em Ponta Grossa. Na segunda-feira, no primeiro dia da campanha, todos os profissionais que irão aplicar a vacina no município receberão capacitação, de acordo com as normas do Ministério da Saúde. As doses das vacinas foram distribuídas nesta sexta-feira para as unidades de saúde que farão as imunizações.
       As vacinas começam ser aplicadas na terça-feira (11) e somente nas unidades de saúde, com exceção da Egon Roskamp, no Santa Paula, Clyceu Carlos de Macedo, no Santa Terezinha, Javier Cejas Arzabe, na Vila Real, José Carlos Araújo, no Cara-Cará, Louis Atanásio Charles Büron, em Periquitos, e Nilton Luiz Castro, no Tarabá. Estas unidades passam por reformas. Já a unidade do Parque Schangrilá, a Carlos Dezaunet Neto, fornecerá as vacinas somente às terças-feiras. As meninas devem levar a carteira de vacinação.
         A imunização deve ser feita em três doses, sendo a primeira agora, de março até abril, a segunda em setembro e a terceira após cinco anos da aplicação da primeira. Ponta Grossa recebeu um lote inicial com 2.900 doses da vacina contra HPV. Outras remessas serão enviadas na seqüência.
         A imunização é uma prevenção contra o vírus, uma das principais causas do câncer de colo de útero, o terceiro tipo mais freqüente da doença. A partir do ano que vem, o Ministério da Saúde pretende imunizar público mais jovem, atingindo, em 2016, meninas de 9 anos. A idade proposta para a vacinação, de 9 a 13 anos, é quando, aos se aplicar a vacina, a produção de anticorpos contra o vírus tem a maior intensidade.

Fonte: Assessoria de comunicação da prefeitura de Ponta Grossa