SOS entrega a terceira casa no ano através do projeto Meu Lar

Foto: Divulgação
       O Serviço de Obras Sociais (SOS) entregou na manhã de ontem mais uma casa, dentro do projeto Meu Lar. A beneficiada foi a Cleide Laura Filho, de 50 anos, que trocou a casa precária que morava há 15 anos por uma nova, no Jardim Esperança. Cleide recebeu as chaves da nova moradia das mãos da primeira dama Simone Kaminski de Oliveira. A casa antiga foi interditada pela Defesa Civil e será desmanchada.
         A nova casa é composta por dois quartos, cozinha, sala e um banheiro em alvenaria, o que para a família é um novidade. Na casa improvisada, na rua Jorge Gonçalves Dias, número 220, o banheiro ficava do lado de fora, no quintal. Dentro da casa havia somente um pequeno cômodo, de cerca de 1mx1m, onde estava instalado o chuveiro. Agora, na nova casa o banheiro está do lado interno. Além da casa, Cleide também ganhou do SOS uma nova cama, que já está instalada no seu quarto, devidamente arrumada com um jogo de lençol e cobertor.
         “Isso é mais do que eu podia esperar”, conta Cleide. Ela conta que na velha casa, desgastada pelo tempo, com madeiras já apodrecendo, entrava a água da chuva, inundando os cômodos. Além disso, as paredes trepidavam com as trovoadas. Mais feliz que ela com a nova casa está seu filho Vitor, de 9 anos. Cleide conta que o menino sofria e a cada chuva se ajoelhava e, chorando, pedia a proteção de Deus. “Deus ouviu a prece do meu menino e atendeu a gente”, conta a dona de casa.
         Para a primeira dama de Ponta Grossa, este suporte é apenas o começo de uma nova vida para a família de Cleide. Além da casa, a família foi orientada sobre os cursos ofertados pelo SOS para uma melhor qualificação e melhoria de vida. “A gente ajuda da maneira do possível e a entrega de uma nova casa é gratificante também pra gente, que acompanha o sofrimento da família”, diz Simone. De acordo com a superintendente administrativa do SOS, Isane Gewehr, a procura pelas casas é grande, mas a capacidade de construção é baixa, já que o SOS depende de recursos arrecadados. Por conta disso, a seleção das famílias a serem atendidas segue um padrão rígido, com visitas e acompanhamentos prévios de assistentes sociais.

         O projeto Meu Lar é destinado para famílias carentes, consideradas em situação de risco social e tem o objetivo de resgatar a dignidade através da melhoria das condições de moradia. A casa de dona Cleide foi a terceira neste ano entregue pelo Meu Lar. As moradias entregues só foram possíveis graças ao empenho do SOS, com promoção de bazares, chás e almoços, entre outros, que arrecadam os recursos necessários para a construção das casas. O custo médio de cada residência é de R$ 9 mil. “A gente agradece também a população, que nos ajudou, participando dos nossos eventos, dando a sua contribuição. É com essa ajuda que podemos dar um novo rumo na vida de pessoas como a dona Cleide”, diz Simone.

Fonte: Assessoria de comunicação da prefeitura de Ponta Grossa

CONTRIBUA PARA A CAMPANHA

CONTRIBUA PARA A CAMPANHA
Leandro Soares Machado Candidato a Deputado Estadual 54200

SAIBA MAIS

Leandro Soares Machado quer melhorias para saúde e segurança

Na Alep, Leandro garante que promoverá o fortalecimento dos Campos Gerais   Depois de disputar as eleições para prefeito de Ponta Gross...

Entre em contato:

Nome

E-mail *

Mensagem *

Instagram @leandrosoaresmachado