Acordo entre Tecpar e Codapar em laboratório de Maringá amplia certificação de produtos vegetais no Estado

Foto: Divulgação
Já está em vigor o acordo de cooperação científica e tecnológica entre o Instituto de Tecnologia do Paraná – Tecpar e Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná Codapar para a operação colaborativa do Laboratório de Análises Físico-Químicas de Maringá. O objetivo do acordo éampliar a disponibilidade e a oferta de soluções e serviços tecnológicos em produtos de origem vegetal e fertilizantes no Estado.
A aliança entre Tecpar e Codapar é uma atuação especializada e colaborativa entre as duas empresas. A partir dessa relação, a Codapar garantos aspectos de qualidade e segurança dos produtos armazenados, classificados e manipulados que requeiram análises laboratoriais. Por sua vez, o Tecpar amplia sua atuação na região de Maringá e aumenta sua competitividade no segmento agroindustrial.
acordo, assinado pelo diretor-presidente do Tecpar, Júlio Felix, e o diretor-presidente do Codapar, Silvestre Dimas Saniszewski, faz parte das ações previstas para o Desenvolvimento da Competitividade Empresarial Paranaense e do Desenvolvimento Agropecuário do Estado, em especial no que diz respeito à manutenção, funcionamento e gerenciamento dos laboratórios da Codapar.
Pelo acordo de aplicação de recursos, o Tecpar vai disponibilizar todos os ensaios hoje credenciados pelo Laboratório de Análises Físico-Químicas da Codapar e novos ensaios demandados pela agroindústria, ampliando assim o atual escopo do credenciamento, bem como atuando em novos serviços tecnológicos demandados. A Codapar, por outro ladodisponibiliza os serviços de emissão de laudos, coleta de amostras e emissão do documento da classificação de produtos.

Certificação
A Codapar desempenha importante papel na cadeia produtiva agroindustrial, fiscalizando a qualidade e a segurança dos produtos de origem vegetal no ParanáEssa fiscalização é credenciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MapaCom essa padronização, viu-se a necessidade de adequar as atividades tecnológicas do Laboratório Físico-Químico de Maringá, buscando a acreditação dos ensaios junto ao Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro, com base nos requisitos da norma ABNT ISO NBR 17.025, para o credenciamento do laboratório na rede de Laboratórios Oficiais do ministério.

Fonte: Assessoria de comunicação do Instituto de Tecnologia do Paraná 

CONTRIBUA PARA A CAMPANHA

CONTRIBUA PARA A CAMPANHA
Leandro Soares Machado Candidato a Deputado Estadual 54200

SAIBA MAIS

Leandro Soares Machado quer melhorias para saúde e segurança

Na Alep, Leandro garante que promoverá o fortalecimento dos Campos Gerais   Depois de disputar as eleições para prefeito de Ponta Gross...

Entre em contato:

Nome

E-mail *

Mensagem *

Instagram @leandrosoaresmachado