Pessoas com deficiência podem contar com terapia assistida por animais em PG

Prefeitura passa a oferecer terapia assistida por animais no 
Ginásio Jamal Bazzi gratuitamente a partir da próxima semana 
Foto: Divulgação
            O contato com animais vai muito além da companhia que proporcionam. Um pequeno tempo diário dedicado a eles pode trazer grandes benefícios ao ser humano. Por isso, a Secretaria de Assistência Social, lançou nesta sexta-feira (23), o Serviço de Terapia Assistida por Animais, que será voltado às crianças e pessoas com algum tipo de deficiência. A partir da próxima semana a terapia será ofertada diretamente no Ginásio Jamal Farjallah Bazzi (Ginásio dos Deficientes), nas segundas, terças, quarta e sextas.  Inicialmente, serão utilizados nas terapias cães das raças Mastiff, Lhasa, Yorkshire Terrier e Irish. Outros animais também farão parte do programa, como peixes e coelhos.  O lançamento do Serviço de Terapia Assistida por Animais foi presidido pelo prefeito Marcelo Rangel, e contou com as presenças do secretário de Assistência Social, Júlio Kuller, do criador de cães e presidente da Agencia Reguladora de Águas e Saneamento, Marcio Ferreira; da coordenadora do Departamento do Deficiente, Ana Cristina Duda e do deputado federal, Sandro Alex.
            Segundo o prefeito Marcelo Rangel o contato com os animais vai proporcionar inúmeros benefícios no desenvolvimento das pessoas com deficiência. “Conversar e brincar com animais pode diminuir o estresse, sem contar o carinho que eles são capazes de doar. Hoje estamos felizes em ver a alegria das crianças que estão começando a terapia”. Para Rosangela Levandoski, cujo filho teve diagnosticado transtorno autista, o contato com os animais é fundamental: “o meu filho, assim como todas as crianças que possuem alguma deficiência, é muito carente. Nesse sentido, este trabalho com os cães vai ser muito importante, pois o animal é capaz de passar amor, carinho, uma sensação maravilhosa pra eles. Acredito que esta terapia vai mudar a vida de muitas crianças deficientes, que precisam dessa atenção”.
            O deputado federal Sandro Alex destaca que os governos municipal e federal estão trabalhando em parceria em prol das pessoas com deficiência: “este é um grande programa que, certamente, vai auxiliar muitas crianças e muitas famílias. Estamos lutando para que mais ações como esta que visam o atendimento a inclusão social, sejam desenvolvidas. E através do trabalho da prefeitura e do que estamos fazendo em Brasília, vamos conquistar outros avanços”.
            O veterinário e coordenador da Gerência de Combate às Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde, Leandro Inglês, explica que os animais podem oferecer uma ajuda essencial para os envolvidos na terapia. “Eles são dóceis, amáveis, e por isso este contato com os cães e coelhos é fundamental, principalmente no aspecto emocional da pessoa com deficiência”, diz.
           
            Como participar da Terapia Assistida por Animais

A Terapia Assistida por Animais é voltada exclusivamente para pessoas com deficiência. Para participar os pais ou responsáveis devem fazer um credenciamento dos pacientes, diretamente no Departamento do Deficiente, que fica no Ginásio Jamal Farjallah Bazzi, localizado na rua Silva Jardim, nº 7, no Complexo Ambiental. O cadastro pode ser feito de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h.  Outras informações podem ser obtidas pelo telefone: 3222-3118.

Outras ações em prol da pessoa com deficiência serão desenvolvidas

            De acordo com o secretário de Assistência Social, Julio Kuller, em breve a prefeitura deve anunciar outros programas voltados à atenção das pessoas com deficiência. Entre os avanços estão a “Escola do Circo” e um grupo de Apoio a Famílias cujos filhos em gestação apresentam alguma deficiência.
      “São dois grandes e importantes projetos. A escola do circo terá profissionais capacitados para o desenvolvimento de atividades educativas e que vão proporcionar diversão e alegria para os participantes. Além disso, nós também vamos criar um grupo que vai apoiar às pessoas que recebem a informação de que terão um filho com deficiência. Hoje através de exames, as gestantes já conseguem saber se a criança terá algum tipo de deficiência. Como são surpreendidos com esta questão, muitas mães e pais não sabem como agir nesta situação. Por isso, queremos dar apoio, um verdadeiro suporte a todas estas famílias”, afirma Kuller. 

Fonte: Assessoria de comunicação da prefeitura de Ponta Grossa

CONTRIBUA PARA A CAMPANHA

CONTRIBUA PARA A CAMPANHA
Leandro Soares Machado Candidato a Deputado Estadual 54200

SAIBA MAIS

Leandro Soares Machado quer melhorias para saúde e segurança

Na Alep, Leandro garante que promoverá o fortalecimento dos Campos Gerais   Depois de disputar as eleições para prefeito de Ponta Gross...

Entre em contato:

Nome

E-mail *

Mensagem *

Instagram @leandrosoaresmachado