I Simpósio Ponta-grossense de Patrimônio Cultural

          O Departamento de Patrimônio Cultural da Fundação Municipal de Cultura promove na próxima segunda-feira, 18, o I Simpósio Ponta-grossense de Patrimônio Cultural. Devido ao grande número de inscrições, o evento foi transferido para o auditório A do Cine-Teatro Ópera e vai receber inscrições gratuitas até o início da atividade, às 19h. Os interessados podem se inscrever pelo site www.culturapg.com.br/eventos/patrimonio.
O Simpósio pretende reunir especialistas de diversas áreas, estudantes, professores, pesquisadores e gestores culturais para incentivar o debate sobre o tema da preservação do Patrimônio Cultural e Memória da Cidade. Os participantes que quiserem poderão receber um certificado de quatro horas.
         Participam do Simpósio a coordenadora do Patrimônio Cultural da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná e especialista em Conservação e Restauração de Monumentos e Conjuntos Históricos pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Rosina Coeli Alice Parchen, o doutor em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e docente de graduação e pós-graduação na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Leonel Brizolla Monastirsky, e a mestre em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), membro do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural (COMPAC) e docente da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Marcia Maria Dropa.
         O evento seguirá três eixos norteadores, debatendo os processos e políticas de preservação, o patrimônio cultural e a memória da cidade, e os elementos de identidade(s) e memória do patrimônio cultural edificado.
         Na abertura do Simpósio, a Fundação vai divulgar os quatro premiados do Concurso Municipal de Fotografia do Patrimônio, além das 30 fotografias que irão integrar o álbum que registra os bens tombados pelo Conselho Municipal do Patrimônio Cultural (COMPAC) e pelo Estado do Paraná, localizados em Ponta Grossa.
         Segundo a diretora do Departamento de Patrimônio Cultural, Carolyne Abilhôa, o simpósio é uma ação que estava fazendo falta para a cidade. “Esse encontro vai ser importante para conseguir divulgar a relevância da preservação dos imóveis tombados na cidade. Muito tipo de depredação acontece por falta de informação”, afirma.
         “Temos como objetivo proporcionar espaço de interação entre representantes de diversos segmentos envolvidos no processo de preservação, acadêmicos e comunidade em geral para discutir acerca do Patrimônio Cultural, apresentando experiências institucionais, práticas de preservação e políticas públicas, além de esclarecer dúvidas sobre os processos de tombamento em âmbito municipal, contribuir para a conscientização à preservação do patrimônio cultural e estimular práticas de preservação do patrimônio cultural do município”, destaca o presidente da Fundação de Cultura, Paulo Eduardo Goulart Netto. 

Fonte: Assessoria de comunicação da prefeitura de Ponta Grossa