Produção de alimentos comprometida

Os efeitos negativos do desmatamento sobre o meio ambiente, a biodiversidade e para o clima do planeta já são conhecidos há muito tempo. Mas pesquisas recentes apontam que a destruição das florestas tropicais também pode ser extremamente nociva para a produção mundial de alimentos.

Este mês, foi publicada na revista Nature uma análise detalhada sobre os impactos do desmatamento de florestas tropicais na agricultura. O estudo, elaborado pelas pesquisadoras Deborah Lawrence e Karen Vandecar do Departamento de Ciências Ambientais da Universidade de Virgínia (EUA), apresentou a relação dessa destruição com a mudança da temperatura, os padrões de precipitação e seus riscos para a produção de alimentos, não apenas onde ocorre o desmatamento, mas em diversas partes do mundo.

As florestas tropicais são capazes de transportar mais água para a atmosfera do que qualquer outro ecossistema terrestre. Esta umidade cai em forma de chuva, na própria região ou em outras localidades. A evapotranspiração também tem um efeito resfriador no ambiente, assim como a transpiração humana. Sendo assim, o desmatamento gera um clima mais seco e quente, inadequado para a agricultura.