Duplicação da PR-317 vai beneficiar 250 mil moradores da região

Foto: Divulgação

As obras de duplicação da PR-317, entre Floresta e Campo Mourão, irão beneficiar cerca de 250 mil moradores da região. A obra prevê a duplicação de 53 quilômetros e está agradando quem usa a rodovia, como o frentista João Paulo Silva, que já vê transformações. “Com a duplicação os motoristas terão mais segurança. Principalmente, no trevo de Engenheiro Beltrão, onde aconteciam acidentes direto”, disse Silva, que vive em Engenheiro Beltrão.
A segurança também é destacada pelo morador de Campo Mourão Fernando Cesar. Ele usa a BR-317 pelo menos duas vezes por mês e está animado com a obra. “Com a duplicação ficará mais seguro andar de moto na rodovia. Vou fazer as ultrapassagens com mais segurança. A obra está ficando muito boa”, disse Cesar.


As obras da duplicação da PR-317, entre Floresta e Campo Mourão, seguem em ritmo acelerado. Já existem dois trechos duplicados liberados – um trecho entre o distrito de Ivailândia e Engenheiro Beltrão e outro entre Floresta e a praça de pedágio.



Ao todo serão duplicados 53 quilômetros da rodovia. Cerca de 40% dos serviços já estão concluídos. O investimento é de R$ 210 milhões, uma parceria do Governo do Paraná e a concessionária Viapar.



“As equipes executam os serviços de terraplanagem, drenagem, pavimentação e sinalização. São várias frentes de trabalho para que a obra seja concluída ainda em 2015”, afirmou o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), Osmar Lopes. 



Além dos 53 quilômetros de duplicação, serão construídos quatro viadutos, dois na PR-317 (km 154 e km 156), próximos a Engenheiro Beltrão ao acesso a Terra Boa, e dois na BR-158 (km 196 e km 202), em Peabiru. 



Serão feitas também pontes sobre os rio Ivaí e 119, além de retornos e acostamentos. A previsão para término dos trabalhos é dezembro de 2015. “Os motoristas que trafegam pelo local devem ficar atentos às placas de sinalização, máquinas e operários na pista para evitar acidentes e possíveis transtornos”, ressalta Osmar. 



O empresário Danilo Lima, acredita que a duplicação traz desenvolvimento para a região. “A obra traz muitos benefícios. Esse é um corredor importante, que liga grandes cidades. Com a duplicação, empresas poderão se instalar e trazer mais negócios para a região”, afirmou Lima.



DUPLICAÇÕES – O Paraná executa o maior programa de duplicações de rodovias dos últimos 25 anos. São 396 quilômetros de duplicações em andamento.



Já foram entregues a duplicação de 14 quilômetros entre Matelândia e Medianeira (BR-277); o contorno de Campo Largo (BR-277), com 11 quilômetros de pistas duplicadas; a duplicação da BR-277, entre Guarapuava e a região de Relógio (6,5 km); e o contorno de Mandaguari (11 km).



Estão em andamento a duplicação de Matelândia até o acesso a Ramilândia; a duplicação da PR-151, entre Piraí do Sul e Jaguariaíva (nos Campos Gerais); e a duplicação da Rodovia do Café, entre Ponta Grossa e Apucarana (231 km).



Além destas obras, estão em execução também a duplicação e ampliação da PR-407, em Paranaguá, sentido Praia de Leste, no Litoral do Estado (3,5 km); Maringá e Paiçandu na PR-323 (4 km); e PR-415, entre Curitiba e Piraquara (14 km). 

Fonte: Governo do Estado do Paraná

CONTRIBUA PARA A CAMPANHA

CONTRIBUA PARA A CAMPANHA
Leandro Soares Machado Candidato a Deputado Estadual 54200

SAIBA MAIS

Leandro Soares Machado quer melhorias para saúde e segurança

Na Alep, Leandro garante que promoverá o fortalecimento dos Campos Gerais   Depois de disputar as eleições para prefeito de Ponta Gross...

Entre em contato:

Nome

E-mail *

Mensagem *

Instagram @leandrosoaresmachado