By Andréa Horn

Andréa Horn
Sua história com a arte começou cedo. Nasceu em uma família numerosa, alegre e barulhenta em Luzerna, interior de Santa Catarina, onde desde menina foi muito incentivada a fazer arte, no bom sentido e em várias vertentes. O pai, seu Neri, apelidado na comunidade de 'prof. Pardal', devido ao seu espírito inventivo, sempre gostou de desenhar.

Fazia imagens coloridas em madeira pintadas à mão para decorar os quartos, enfeites de bolos nos aniversários e brinquedos maravilhosos em madeira que faziam a alegria da criançada. A mãe, D. Lola, sempre soube transformar tecidos em roupinhas cheias de riquezas de cores e detalhes, e mesmo com tantos filhos, todos estavam sempre alinhados. Ela tinha seu próprio coralzinho em casa, que exibia orgulhosamente para as visitas. 

As habilidades manuais e a música foram sendo aperfeiçoadas no exercício constante de cantar, desenhar, pintar, recortar e colar. Todo tipo de papel que aparecesse em casa, desde os cadernos de desenho, embalagens, livros infantis e até as enciclopédias, podiam perder o seu lugar na estante e virar material para as “artes” dos pequenos. Toda esta experiência familiar acabou levando Andréa a seguir uma carreira como cantora e a trabalhar com ilustração para editoras.

Sempre muito curiosa, observava o mundo com olhar clínico tentando descobrir algo ainda não visto ou decifrado pela maneira distraída e superficial com que frequentemente se olha a vida. Afirmava constantemente que, em algum momento, se revelaria algo que ela poderia captar, e aí encontraria o seu caminho. Todavia, para chegar até este ponto em sua vida artística, percorreria uma longa trajetória de experimentos e pesquisas.

A técnica - “Mosaico de Tinta”
Um certo dia, Andrea pintava Nossa Senhora e ao preencher a auréola com pontos de tinta, notou que a proximidade desses pontos lembrava um mosaico. Neste exato momento, ao preencher o rosto da Mãe de Jesus, revelou-se o que ela havia procurado a vida toda. Batizou essa técnica de “Mosaico de Tinta” dada à semelhança com mosaicos.
A técnica possui traços mais estilizados e combinação de cores aplicadas em tinta, com formato de pequenas esferas em alto relevo sobre estruturas feitas em madeira.

A artista descobriu essa técnica em 2009 e não parou mais de pintar. Hoje já são mais de 80 obras. Através de muita pesquisa, Andréa busca inspiração para os seus traços em diversos artistas, com apreço especial à arte russa e aos mosaicos bizantinos, além de nutrir um grande fascínio pela arte egípcia.

A frase que escolheu para ler todos os dias em seu atelier é da escritora americana Louise Hay, que diz: “Confio na inteligência Divina para influenciar meu empreendimento e sigo em frente, de sucesso em sucesso.”

“Tenho por missão levar a alegria e a harmonia através das cores, fazendo com que a arte cumpra sua função de transformar o mundo através do belo" Andréa Horn.

Conheça mais acesse: www.deiahorn.blogspot.com.br