Policia Civil não vive de “promessa” afirma Leandro Soares Machado

Leandro Soares Machado Candidato a Deputado Estadual -PPL
Informando do adiamento de concurso, para preenchimento de efetivo da Polícia Civil, o Candidato a Deputado Estadual, Leandro Soares Machado do Partido Pátria Livre (PPL), manifestou a sua apreensão com relação ao fato.


“Através dos contatos realizados com policiais civis, verificou-se que há uma grande carência de pessoal. Uma solução imediata seria abertura de novos concursos, contudo, sabe-se que o orçamento do Estado do Paraná inviabiliza o aumento de salários dos servidores em geral, bem como novas contratações".

Leandro destacou “a luta dos valorosos policiais que trabalham com um baixo efetivo, e, inclusive recente manifestação do representante do sindicato da categoria confirma mais um adiamento, justificado pela realização das eleições deste ano. Cabe perguntar se o governo do Estado não sabia das eleições ou na verdade deixou para o sucessor, seja ele quem for a responsabilidade não cumprida por parte do ex-governador”.

Na condição de candidato a Deputado Estadual Leandro garantiu que irá lutar de forma árdua pela reivindicação “pelo simples fato de que os ‘demagogos’ que falam em segurança pública não apresentaram nada de concreto tanto para a polícia civil como para a polícia militar, lembrando que o ex-governador do Paraná, assumiu o cargo no ano de 2015 e, conforme a sucessora deixou o Paraná em estado de ‘calamidade financeira’ dando origem a uma proposta de uma elevação salarial no valor de um por cento, fazendo com que os atuais Deputados Estaduais derrubassem o veto da atual governadora ficando em um pouco mais de dois por cento”.

Leandro acredita que a defesa da renovação fará com que a situação melhore “e a justiça seja feita e seja corrigido o estelionato eleitoral que acontece atualmente”.