10 de setembro de 2013

Horta em Casa vai distribuir 24 mil mudas por semana

Foto: Divulgação
A Secretaria de Agricultura e Pecuária iniciou nesta terça-feira (10) o projeto Horta em Casa, que vai distribuir a cada semana 24 mil mudas de hortaliças para comunidades e associações de bairros de Ponta Grossa. O projeto começou por Mato Queimado, em Itaiacoca, no Centro Jovem de Combate às Drogas (Cejocomd), onde foram entregues 5 mil mudas, divididas entre alface lisa, alface crespa, beterraba, brócolis, repolho e couve manteiga. O projeto prossegue nesta quarta-feira com a distribuição de mudas para famílias no Jardim Esplanada e para a Casa de Recuperação Esquadrão da Vida. Nesta primeira fase, que deve durar seis semanas, serão distribuídas 144 mil mudas.

Além da distribuição de mudas de hortaliças, o projeto Horta em Casa faz a orientação sobre o plantio e os cuidados com de manutenção. Junto com as mudas, as famílias recebem também uma cartilha com orientações sobre cultivo das hortaliças. Há informações sobre como fazer a horta caseira, métodos caseiros de controle de pragas em hortaliças, espaçamento entre as mudas, época do plantio, ciclo das hortaliças, período para a colheita, etc. Se uma família tem uma área de 10m2, com 5 canteiros, poderá plantar, por exemplo, as seis variedades de hortaliças distribuídas pelo projeto.

Foto: Divulgação
Para o secretário de Agricultura e Pecuária, Gustavo Ribas Netto, que deu início ao plantio da horta da Cejocomd, o projeto, além de colaborar para uma alimentação saudável, é também uma maneira de levar conhecimentos simples para as famílias. “Com esse programa, pretendemos proporcionar uma alimentação saudável para a população. E para isso, nada melhor levar à mesa produtos colhidos da própria horta, com a certeza que está se alimentando de maneira saudável e segura”, disse Ribas Netto.  Para o presidente da Cejocomd, Sérgio Cond, o Horta em Casa ajuda no tratamento dos dependentes químicos internados no Centro. “A horta é para eles uma terapia, um recomeço de vida: ali eles plantam, cuidam e vêem a horta crescer”, diz Cond.

Foto: Divulgação
As 144 mil mudas da primeira fase do programa serão distribuídas durante seis semanas. Neste período, a Secretaria de Agricultura e Pecuária trabalhará num processo de licitação para uma nova etapa do Horta em Casa. Nesta segunda fase, segundo Ribas Netto, a Secretaria pretende incluir no projeto mudas de plantas medicinais e de temperos.
Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Ponta Grossa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leandro Soares fala sobre o Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa

Entrevista Portal aRede, Leandro Soares O Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa, Leandro Soares, fala ao Port...

MAIS VISUALIZADAS DA SEMANA