7 de setembro de 2013

Iplan vistoria futuro Mercado da Família Ouro Verde

Foto: Divulgação
Duas arquitetas do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Ponta Grossa (Iplan) e a diretora do programa Mercado da Família, Cristiane Takakusa Carneiro, fizeram uma inspeção no barracão do antigo condomínio PAI, no Núcleo Ouro Verde, para futura instalação da nona loja Mercado da Família. Com isso, o Iplan vai elaborar um projeto de reforma para o espaço, que tem 130 metros quadrados e foi cedido pela Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar). “O lugar é bom, só precisa de alguns ajustes na pintura e na fiação elétrica, além da construção de banheiro e vestiário”, revela Cristiane.  

O secretário Municipal de Abastecimento, Sérgio Zadorosny Filho, explica que o interesse da Prefeitura de Ponta Grossa é ampliar o alcance do programa, atingindo diretamente as famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social e que sofrem com a insegurança alimentar. “Estamos falando de um programa de amplo alcance social, por isso a ideia é evitar despesas com a locação de imóveis aproveitando patrimônios públicos sem uso em benefício da comunidade”, afirma o secretário.

Segundo o vereador professor Careca (PT), o projeto de reforma será encaminhado à Caixa Econômica Federal, que irá buscar parceiros para não onerar o Município com o custo da obra. “Não podemos perder a oportunidade de aproveitar a localização estratégica do barracão já que beneficiará diversas vilas. Dessa forma, muitas famílias de baixa renda poderão comprar mais barato e com a comodidade de estar perto de casa”, salienta Careca.  
De acordo com o secretário, as famílias da região irão economizar com o transporte. “O deslocamento até qualquer uma das lojas do programa acarreta gastos com transporte e tendo uma loja mais perto os usuários poderão comprar no próprio bairro e fazer mais essa economia”, afirma.

O programa comercializa em torno de 150 itens e gera uma economia de até 30% no final da compra. Atualmente, o Mercado da Família possui em torno de 30 mil cadastrados ativos e funciona em oito pontos da cidade: Centro, Uvaranas, Nova Rússia, Sabará, Vila Vicentina, Maria Otília, Santa Paula e Parque Nossa Senhora das Graças.

Fonte: Assessoria de Imprensa SMAB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leandro Soares fala sobre o Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa

Entrevista Portal aRede, Leandro Soares O Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa, Leandro Soares, fala ao Port...

MAIS VISUALIZADAS DA SEMANA