Reabertura do Parque Margherita Masini

Foto: Divulgação
A campanha da RPCTV Ponta Grossa “Esse Lugar é seu” termina neste sábado, 30 de novembro, com a reabertura do Parque Margherita Sannini Masini. A programação inclui o último mutirão de limpeza a partir das 10h, a solenidade oficial de entrega pelo prefeito Marcelo Rangel e uma apresentação didática da Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa ao ar livre e de graça. O evento só será cancelado em caso de chuva forte.

A campanha começou no dia 9 de setembro e fez parte da bandeira estadual Paraná do Bem, que em cada cidade-sede de emissora da RPCTV mobilizou parceiros em prol de uma causa diferente. Em Ponta Grossa, foram mais de 30 parceiros envolvidos na campanha de maneira geral e 13 empresas patrocinadoras somente na reforma dos banheiros.

Ao longo dos últimos três meses, foram outros dois mutirões de limpeza, uma maratona fotográfica, uma aula técnica, uma cartilha educativa e uma ação social exclusiva para a comunidade da Vila Nova e uma exposição de fotos.

Centenas de voluntários participaram das ações. Somente nos mutirões de limpeza, foram quase cinco toneladas de lixo retiradas de dentro do parque e das ruas do entorno. Até carrinhos de supermercado foram tirados de dentro da cachoeira. Na caminhada, foram mais de 1 mil participantes, dia 27 de outubro. Os banheiros já ficaram prontos para serem utilizados e placas de identificação foram doadas por uma empresa de comunicação visual da cidade. A prefeitura se comprometeu em manter guardas municipais 24 horas por dia para garantir a segurança dos visitantes e inclusive do patrimônio público no local. Uma exposição com fotos do lugar, feitas por alunos das faculdades Cescage e Secal, fica aberta até dia 8 de dezembro no piso térreo do Shopping Palladium.

Durante a cerimônia de reabertura do parque, a gerente geral da RPCTV Cristina Silva entregará ao prefeito Marcelo Rangel uma carta com sugestões dos parceiros para a continuidade das atividades no Margherita Masini. “O mais importante é que esse seja um começo, para que o parque não seja abandonado novamente e possa ser usado pela comunidade”, afirma.

Fonte: GRPCOM – Grupo Paranaense de Comunicação