23 de agosto de 2014

Coro leva música e teatro para a comunidade do Rio Verde

Foto: Divulgação
         As crianças da comunidade da Igreja Batista Rio Verde terão a oportunidade de assistir ao espetáculo "A Canção da Momô", do Coro Cidade de Ponta Grossa, neste sábado, 23/08, às 14h30. O repertório traz um musical com personagens divertidos, habitantes da Floresta Feliz. 
“É uma peça bem humorada e leve, para divertir, mas que propõe um reflexão sobre o valor de cada pessoa em nossa sociedade, todos são importantes”, afirma a maestrina do Coro, Carla Roggenkamp. O slogan da temporada 2014 do CCPG este ano é "para todos" e, seguindo a premissa de que o artista vai onde o povo está. o Coro Cidade de Ponta Grossa vai fornecer uma música de qualidade para todos da comunidade do Rio Verde, que já tem um importante projeto social com as crianças.
Da primeira vez que o Coro apresentou este concerto, o público foi formado pelas senhoras do Lar das Vovozinhas e, segundo o produtor e cantor do CCPG, Zequi Ramos, agora com as crianças será uma experiência interessante e diferente. "É bem desafiador, pois teremos um público grande de crianças e a gente precisa chamar a atenção delas logo nos primeiros instantes, para que elas realmente se interessem e consigam acompanhar o concerto até o fim", afirma Zequi.
A Igreja Batista Rio Verde já é conhecida por alguns de seus projetos sociais, como as atividades com famílias e crianças carentes da comunidade. Uma das voluntárias do projeto, Letícia de Oliveira Tenório, conta que será muito importante levar uma apresentação como "A Canção da Momô" para as crianças, pois como a música é uma linguagem universal, ela atrai as pessoas, inclusive as crianças. "É uma forma divertida de chegar até elas", completa.
A coordenadora do projeto social é a Joanita Lelia de Oliveira, juntamente com o pastor Urandi Cordeiro Tenório. Toda quarta-feira, 34 famílias carentes são assistidas pela igreja com alimentos e também atividades sociais e religiosas tanto para os adultos, quanto para as crianças. Letícia declara que no sábado, espera que as crianças aproveitem muito a apresentação, mas mais do que isso, que elas levem algo a mais, além do momento do espetáculo.
"É interessante e nobre quando a gente alia arte a um projeto social, pois tem o poder de despertar a transformação das pessoas, passando mensagens de respeito, de alegria e de identidade", pontua Zequi.

Fonte: Assessoria de comunicação da prefeitura de Ponta Grossa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leandro Soares fala sobre o Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa

Entrevista Portal aRede, Leandro Soares O Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa, Leandro Soares, fala ao Port...

MAIS VISUALIZADAS DA SEMANA