Rangel recebe governadora de Rotary Club

Foto: Divulgação
Aconteceu, na ultima quarta-feira (27), a primeira reunião entre o prefeito Marcelo Rangel e a governadora do Rotary Club, Maria de Lourdes Caramori Caldas. Na pauta assuntos inerentes ao desenvolvimento social da cidade, projetos e possíveis parcerias. “Viemos estreitar laços e estabelecer uma aproximação maior entre o município e o Rotary. Entregamos o projeto das melhorias estruturais para o Centro de Reabilitação e Equoterapia e o prefeito se dispôs a auxiliar no que for possível. Ficamos muito felizes, ele foi bastante receptivo”, afirma a governadora.
O prefeito destacou a importância da parceria com o Rotary, que assim como o governo municipal, trabalha em benefício do coletivo, principalmente daqueles que mais precisam. “Os rotarianos atuam em diferentes segmentos profissionais e, por isso, trabalham em prol das comunidades onde estão inseridos de diversas maneiras, fazendo grandes e importantes intervenções”, salienta Rangel. O secretário de Abastecimento que também é rotariano, Sérgio Zadorosny Filho, acrescentou que o Rotary e a Prefeitura de Ponta Grossa têm desenvolvido juntos projetos bem sucedidos e em áreas distintas. “Essa frutífera parceria tem trazido excelentes resultados principalmente na Educação, no Meio Ambiente e na Qualificação Profissional, sempre pensando na promoção humana e na melhoria da qualidade de vida da população. O Rotary faz parte da vida e do desenvolvimento das comunidades”, ressalta Zadorosny.
Foto: Divulgação
         Acompanhada do marido, Fernando de Camargo Pedrosa Caldas, da presidente do Rotary Club Vila Velha, Michele Padilha Martins, e da coordenadora regional Cleucimara Santiago, a governadora visitou o Centro de Equoterapia para conhecer de perto o funcionamento do programa. O presidente do Centro de Equoterapia, Jorge Barcellos, mostrou as instalações, e falou sobre o projeto, que vai trazer melhores condições de trabalho aos funcionários, além de mais qualidade no atendimento às crianças. Barcellos explicou que a instituição oferece um atendimento diferenciado que utiliza o cavalo como principal ferramenta para o desenvolvimento físico, psicológico e social do paciente com objetivo de melhorar sua condição física e mental. De acordo com o método, a interação entre cavalo e paciente contribui para o desenvolvimento da força, da flexibilidade e do relaxamento muscular, além de melhorar o equilíbrio e a coordenação motora. Outra característica do contato com o animal é a promoção de novas formas de socialização, da autoconfiança e da melhoria da autoestima do paciente. “Nossas atividades de reabilitação e equoterapia são voltadas as crianças com algum grau de deficiência física ou motora que não têm condições de pagar pelo tratamento e a Prefeitura de Ponta Grossa está entre os principais apoiadores. Temos uma demanda muito grande, atendemos em média 120 crianças duas vezes por semana, mas nossa lista de espera é bem maior. Precisamos de apoio para poder atender cada vez mais pessoas”, salienta Barcellos.

Fonte: Assessoria de comunicação SMAB