Comarca de Ponta Grossa tem Centro Judiciário de Solução de Conflitos

Foto: Silvio Ricardo Fernandes
A Comarca de Ponta Grossa, desde Julho deste ano, passou a contar Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania (CEJUSC). Sua sede é no Juizado Especial de Ponta Grossa. A implantação do Centro atende à resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que recomenda a instalação desses centros em todas as comarcas do país. O CEJUSC atende principalmente assuntos da Justiça Cível e da Família.

No evento de lançamento, estavam presentes o Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Guilherme Luiz Gomes; a 2° Vice-Presidente e Presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do TJ, Desembargadora Dulce Maria Cecconi; o Juiz Auxiliar da 2° Vice-presidência, Luciano Campos Albuquerque; as  Juízas  de Direito Noeli Salete Tavares Reback, Laryssa Angelica Copak Muniz e Jurema Carolina da Silveira Gomes, coordenadora do CEJUSC em Ponta Grossa.
O núcleo do CEJUSC em Ponta Grossa é o primeiro no Paraná a adotar o sistema de práticas restaurativas, ainda pouco adotado pela justiça no Brasil. "É uma medida que já vem sendo adotada em outros países e que já foi posta em prática em outros estados no Brasil, em que os envolvidos sentam-se em círculo para conversar para que juntos possam chegar a um entendimento para o conflito", explica a Juíza Jurema.