Educação de Ponta Grossa leva aulas para a TV

A partir de hoje (20) os alunos das escolas públicas municipais e da região tiveram acesso pela televisão aberta a conteúdos produzidos diretamente pelas professoras e professores da Secretaria Municipal de Educação de Ponta Grossa.

A SME estreou, hoje às 9 horas, o programa Vem Aprender, que foi ao ar na TV Educativa de Ponta Grossa – afiliada à TV Cultura e mantida pelo município.

ACOMPANHE O PRIMEIRO DIA DE AULA

O programa diário terá duração de uma hora, com apresentação às 9 horas e reprise às 14h. Diariamente serão apresentados conteúdos curriculares adaptados para a linguagem da televisão, direcionados para os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental – até o quinto ano, com idade de até 10 anos. Cada aula terá duração de até 20 minutos dentro do programa, que irá ao ar de segunda a sexta-feira e ficará disponível nas redes sociais da Prefeitura de Ponta Grossa e da Secretaria Municipal de Educação. Somente o município atende, atualmente, 32 mil alunos nesta faixa de idade.
O primeiro episódio vai trazer aulas de Ciências da Natureza, Literatura, Musicalização e Educação Física. Todas as aulas estão sendo gravadas pelos professores do quadro da SME no estúdio da TV Educativa, com apoio pedagógico dos profissionais da Educação da Prefeitura. O suporte técnico é da TVE e a adaptação do formato e linguagem das aulas recebe o suporte da Comunicação da SME. Ao longo da semana serão também exibidas aulas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Humanas e Artes, entre outras.

Conforme a pasta da Educação, os conteúdos ministrados não vão compor horas-aula, ou seja, não serão usadas para substituir as aulas presenciais. Para a secretária de Educação, professora Esméria Saveli, a transmissão das aulas pela TV Educativa serão uma forma de manter o vínculo dos alunos com a escola e com os estudos. “A nossa escola é formada pelo acesso aos estudos e pelo processo de aprendizagem, mas também por um laço de afetividade muito forte existente entre alunos, professores, outros funcionários e o espaço da escola. Com estas aulas, nós buscamos manter parte disso tudo. Não temos a pretensão de substituir as aulas presenciais pelas virtuais, mas sim de incentivar as crianças a permanecerem focadas nos estudos”, aponta Esméria.

Proposta
A proposta da SME difere do conceito de Educação à Distância adotado por outras redes de ensino durante a pandemia de Covid-19, que buscam cumprir as horas-aula usando o suporte midiático. “Optamos por chegar ao nosso aluno com uma linguagem o mais próxima possível daquela que ele tem na escola, de maneira lúdica, para que no momento de retornar, ele esteja preparado para retomar as aulas presenciais”, anota a secretária. Em apoio aos alunos, serão disponibilizadas atividades para os alunos no site sme.pontagrossa.pr.gov.br.

Segundo a SME, a composição do calendário escolar e a forma de cumprimento das horas-aula previstas para o ano letivo de 2020 serão apresentadas aos pais e aos alunos assim que a data de retorno estiver definida, respeitando a decisão das autoridades sanitárias em relação ao risco de contágio da COVID-19.

FALE CONOSCO: