15 de maio de 2013

Cidade de Mato Rico quer implantar Mercado da Família

Foto: Divulgação
O Programa Mercado da Família, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Abastecimento da Prefeitura de Ponta Grossa, que promove economia nas compras de aproximadamente 30 mil famílias de baixa renda, é referência em programa social, principalmente para cidades paranaenses. Nesta quarta-feira (15), dois representantes da cidade de Mato Rico, no interior do Paraná, estiveram em Ponta Grossa em busca de informações sobre o programa. O vereador Geraldo Boschen e o técnico em agropecuária da Secretaria de Agricultura de Mato Rico, Wilson Palezuk, foram recebidos pelo diretor de Abastecimento, Márcio Ferreira, e pelo assessor de Gabinete, Danilo Kameda, na sede da secretaria, e depois acompanharam o funcionamento de algumas lojas do programa.
Os visitantes ficaram entusiasmados e afirmaram que pretendem levar a ideia para Mato Rico. “O Mercado da Família é excelente, muito bom, atende bem a comunidade de baixa renda com produtos de primeira necessidade e de marcas conhecidas e com preços incríveis. Temos o objetivo de levar essa ideia para nossa cidade e implantá-la de acordo com o porte de Mato Rico”, revela o vereador. Segundo Geraldo Boschen, o município de Mato Rico possui cerca de quatro mil habitantes e tem um dos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) mais baixos do Estado, o que justificaria o interesse em programas sociais. “Tínhamos a pretensão de implantar algo que pudesse ajudar as pessoas e nos deparamos com um programa grandioso, completo e que vai ao encontro do que procurávamos”, ressalta Boschen.
O diretor Márcio Ferreira enalteceu a economia alcançada em cada compra. “As lojas são equipadas com 170 itens de primeira necessidade para atender quem realmente precisa com uma economia real de pelo menos 20% ao final da compra”, destaca Ferreira. O diretor mostrou aos visitantes todo o processo de cadastramento dos usuários, de compra e recebimento dos produtos no depósito, distribuição para as lojas, até chegar ao consumidor. Além disso, o diretor informou que, para manter os preços baixos praticados pelas lojas Mercado da Família em Ponta Grossa, a compra dos produtos é feita pela Secretaria de Abastecimento da capital que, com outras cidades da região metropolitana, consegue comprar um grande volume dos fornecedores a preços mais baratos.
Em Ponta Grossa, o Mercado da Família está em oito pontos da cidade: Centro, Uvaranas, Nova Rússia, Sabará, Vila Vicentina, Maria Otília, Santa Paula e Parque Nossa Senhora das Graças. De acordo com o secretário de Abastecimento, Sérgio Zadorosny Filho, iniciativas como essa são excelentes para multiplicar programas decisivos no combate a insegurança alimentar. “Ficamos felizes por ter a oportunidade de contribuir com outros municípios, ampliando ainda mais o alcance de bons programas e gerando resultados na saúde das pessoas”, completa Zadorosny. 
Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Ponta Grossa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leandro Soares fala sobre o Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa

Entrevista Portal aRede, Leandro Soares O Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa, Leandro Soares, fala ao Port...

MAIS VISUALIZADAS DA SEMANA