Saúde alerta para risco durante abastecimento de automóveis

Foto: Divulgação
Ontem quarta-feira (5), a Secretaria de Saúde, através da Vigilância Sanitária, visitou postos de combustíveis para orientar frentistas e motoristas da cidade.  Com o slogan “Não passe do limite”, o objetivo é conscientizar os motoristas na hora de abastecer seus veículos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, abastecer o tanque “até a boca” libera benzeno, substância encontrada na gasolina e que é considerada cancerígena. Completar o tanque somente até o automático – ou seja, quando a própria bomba de abastecimento é desligada – reduz a exposição de frentista e do consumidor ao benzeno, além de diminuir a contaminação do ambiente e evitar danos ao automóvel, que poder ter a bomba de combustível queimada e danos à pintura.
A diretora da Vigilância Sanitária, Ângela Pauli, explica que a intoxicação causada pelo benzeno pode trazer vários problemas de saúde. “As conseqüências vão desde dificuldades respiratórias até irritações graves que causam hemorragia e, em casos mais críticos, edema pulmonar, podendo levar à morte.  A diretora ainda ressalta que muitos motoristas abordados não sabiam sobre as conseqüências de não abastecer o tanque apenas até o nível automático. “Nós estamos trabalhando para aumentar a conscientização e o acesso a essas informações.”
Foto: Divulgação
A vigilância pretender visitar todos os postos de combustíveis de cidade. A campanha deverá durar pelo menos mais uma semana.


Fonte: Assessoria de comunicação da prefeittura de Ponta Grossa