28 de setembro de 2014

PG terá Parque Central

Foto: Divulgação
A partir do ano que vem, Ponta Grossa passa a contar com um amplo espaço de lazer, esportes e recreação. O projeto do Parque Central foi apresentado na ultima sexta-feira (26) pelo prefeito Marcelo Rangel, o secretário de Planejamento, João Ney Marçal, e engenheiros do Instituto de Planejamento de Ponta Grossa (Iplan) à imprensa. O novo parque reunirá num espaço de 1.800 metros, entre a Fernandes Pinheiros e a Avenida dos Vereadores, o Complexo Ambiental, a Estação Saudade, o Ginásio de Esporte para Deficientes Físicos, o Restaurante Popular, o Complexo Cultural Jovanni Pedro Masini, e criará, ainda, o espaço Águas de Olarias.
O projeto terá custo de aproximadamente R$ 9 milhões, com investimento através do ParanaCidade. Segundo o prefeito Marcelo Rangel, dentro de 30 dias o projeto será encaminhado para a Câmara Municipal, para a aprovação. A previsão é de que as obras iniciem até o início do próximo ano, começando pelo espaço Águas de Olarias, que será instalado na ponta Sul do Parque Central, ao lado do Complexo Jovanni Pedro Masini (mais precisamente atrás do Supermercado Muffato). Uma das atrações previstas neste espaço é um anfiteatro, com palco coberto no setor águas de Olarias, aproveitando a topografia do terreno para as arquibancadas.
“A proposta é fazer uma série de intervenções, algumas bastante marcantes, mas mantendo a presença constante da população ali”, disse o prefeito Marcelo Rangel. Segundo ele, com o Parque Central, a proposta do município é incrementar o que já existe, como o Complexo Ambiental, por exemplo, mas também criar novos espaços e revitalizar o centro da cidade, oferecendo para a população novas opções de lazer e prática esportiva. “Queremos mais qualidade de vida para a nossa população. Vamos transformar esta cidade”, disse Rangel.
O secretário de Planejamento, João Ney Marçal, que também preside o Iplan, explica que o Parque Central contará com três pistas, que passarão por todos os setores do parque. Uma delas será destinada para um passeio mais calmo, outra para corrida e a terceira para bicicletas. A vegetação também foi especialmente pensada para o parque. A principal árvore será o Ipê Amarelo, típica da região, que marcará toda a extensão do parque. Também haverá vegetação rasteira colorida e árvores frutíferas, próximas aos locais de piquenique.
Algumas medidas de forte impacto estão previstas, entre elas uma reformulação radical na estrutura do atual Complexo Ambiental, com a adoção de paisagismo mais intenso. Lanchonetes, sanitários, vestiários, bancas de revistas e espaços de lazer e alimentação, ente outros, serão instalados em containeres, fazendo referencia aos vagões de trem da antiga estação Ponta Grossa.
Para as crianças, foi pensada uma área com brinquedos exclusivos, com piso de revestimento emborrachado, e tanques de areia. O parquinho contará também com um espaço de descanso para pais e familiares, acompanhantes das crianças. Integrado ao playground, haverá um espaço com jatos d água para as crianças se divertirem em dias quentes. “O Parque Central será um lugar para que as pessoas de todas as idades sejam atendidas com satisfação”, finalizou o secretário.

Fonte: Assessoria de comunicação da Prefeitura de Ponta Grossa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leandro Soares fala sobre o Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa

Entrevista Portal aRede, Leandro Soares O Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa, Leandro Soares, fala ao Port...

MAIS VISUALIZADAS DA SEMANA