Rotary e 13º BIB promovem ações no Dia da Árvore

A iniciativa, além de reforçar os laços de parcerias entre o clube de 
serviço e a unidade militar, demonstrou a preocupação com o meio ambiente
Foto: Sérgio Duze
O Rotary Vila Velha e o 13º Batalhão de Infantaria Blindado (13 BIB) promoveram ações, no ultimo domingo (21), no quartel em Uvaranas, para comemorar o Dia da Árvore. A iniciativa, além de reforçar os laços de parcerias entre o clube de serviço e a unidade militar, demonstrou a preocupação com o meio ambiente, com o plantio de diferentes espécies de árvores.
O evento aconteceu pela manhã e foi bastante prestigiado. “Mobilizar a sociedade em ações educativas é uma das dezenas de propostas do nosso clube de serviço. O plantio dessas árvores significa o comprometimento nosso, e do 13º BIB, com o meio ambiente”, reforça a presidente Michele Martins. “Se cada pessoa se dispusesse a plantar uma árvore, teríamos muito mais qualidade de vida”, complementa.
Essa ação, comenta, faz parte do Projeto Vida. O anfitrião do evento foi o tenente-coronel Marcos Américo Vieira Pessoa, comandante do 13º BIB, para quem ações dessa natureza (plantio de árvores) têm um significado extraordinariamente importante. “Hoje (domingo) recebemos várias crianças que vieram participar do Dia da Árvore com seus pais, e elas já começam a desenvolver essa preocupação em proteger o meio ambiente’, relata”.
Presente ao evento, o secretário Municipal de Abastecimento, Sérgio Zadorosny Filho, destacou a importância da iniciativa do Rotary e do 13 BIB, exaltando. “É muito gratificante participar de mobilizações dessa natureza. Todo o cidadão deveria desenvolver essa consciência ambiental, plantando árvores em sua residência”, conclama.
Conforme a pedagoga Jussara de Barros, a data de 21 de setembro foi escolhida para comemorar o Dia da Árvore, em razão da chegada da primavera. “Mas antes da escolha dessa data, acontecia no país, na última semana de março, a festa Anual das Árvores, instituída pelo presidente Castelo Branco, em 1965”, detalha.
Mais adiante, a árvore ganhou um dia especial em virtude de sua importância para a vida humana e também com a chegada da primavera, onde ganham nova vida e abrem lindas flores que dão origem a novas árvores. “Com a chegada da primavera podemos ver as cidades mais alegres, pois essas se enchem de flores de todas as cores”, diz a pedagoga. Jussara ressalta que “o homem precisa ter consciência de que as plantas também são seres vivos e que levam tempo para se desenvolverem”. Uma árvore leva longos anos para ficar bem desenvolvida e algumas são tão velhas que são tombadas como patrimônio histórico, devendo ser preservadas.