20 de julho de 2015

Volta às aulas exige adaptação antecipada

Foto: Divulgação
"Sono e cansaço são as principais reclamações na primeira semana de aula.Especialistas orientam antecipar a rotina para não prejudicar os estudos"
Três semanas de férias escolares são suficientes para as crianças saírem da rotina. O grande problema, segundo especialistas, é que ao retornar às aulas, elas sentem dificuldade de se submeter aos horários impostos. "É muito comum ver estudantes sonolentos nos primeiros dias de aula, principalmente os que continuam dormindo mais tarde", afirma a gestora de Educação Infantil do Colégio Positivo, Merylin Franciane Labatut.

Ela explica que o sono interfere diretamente no aprendizado. "Sem um sono reparador, as crianças e jovens têm um desempenho escolar muito inferior ao que poderiam ter, pois não conseguem reter tudo que aprendem", conta. Segundo a médica neurologista Ester London, chefe do serviço de neurologia do VITA Batel e responsável pelo Laboratório do Sono do hospital, uma noite mal dormida acaba atrapalhando o dia inteiro, causando dificuldade de concentração, alteração da memória, ansiedade, sonolência, distúrbios do humor, hiperatividade, agressividade, entre outros sintomas", explica.

Para que o organismo tenha tempo de se adaptar, Merylin orienta os pais que incentivem os filhos a dormir e acordar no horário habitual da escola pelo menos dois dias antes de terminarem as férias. "Eles precisam estar bem disciplinados nos horários de sono para não começarem vagarosamente os estudos e acumularem notas ruins no segundo semestre", justifica a gestora.

Para amenizar os efeitos pós-férias, a neurologista afirma que a criança deve dormir de oito a dez horas. "É a quantidade mínima de sono para que ela tenha disposição para manter um bom nível de atenção durante as atividades de rotina", explica Ester. "O sono é uma questão de hábito e cabe aos pais ensinar com segurança e tranquilidade as rotinas adequadas, mostrando que a hora do descanso é importante. Quando a criança tem uma rotina estabelecida em casa, sente-se segura e seu desenvolvimento psicológico e pedagógico é melhor", completa Merylin.

Para isso, uma rotina de horários para dormir e acordar e um ambiente limpo, escuro, calmo e tranquilo são pré-requisitos para uma boa noite de sono. Ester lembra ainda que duas horas antes de dormir é importante evitar alimentos com alto teor energético, como chocolates e guloseimas, assim como games, tv e outras atividades excitantes.

*O Colégio Positivo compreende quatro unidades na cidade de Curitiba, nas quais nasceu e se desenvolveu o modelo de ensino levado a todo o país e ao exterior. O Colégio Positivo Júnior, o Colégio Positivo - Jardim Ambiental e o Colégio Positivo - Ângelo Sampaio atendem alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, sempre combinando tecnologia aplicada à educação, material didático atualizado e professores qualificados, com o compromisso de formar cidadãos conscientes e solidários. Os alunos têm à sua disposição atividades complementares esportivas e culturais, assim como aulas de Língua Inglesa diferenciadas. Em 2013, foi lançado o Colégio Positivo Internacional, que atende alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, com uma proposta de aprendizado internacional.

Fonte: Central Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leandro Soares fala sobre o Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa

Entrevista Portal aRede, Leandro Soares O Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa, Leandro Soares, fala ao Port...

MAIS VISUALIZADAS DA SEMANA