Delegacia da Receita Federal abrigará cofre do Pegaí

Foto: Divulgação
Quero Ajudar. A vontade e a oportunidade podem gerar boas iniciativas. O link no site do Pegaí – Leitura Grátis, para quem quer participar e colaborar com o Instituto, vem demonstrando que desta dupla (a vontade e a oportunidade) pode surtir resultados. Há alguns meses, o formulário do ‘Quero Ajudar’ foi preenchido pelo delegado da Receita Federal em Ponta Grossa, Gustavo Horn. E de um primeiro contato irá surgiu a primeira ‘estante’ do Pegaí com a utilização de um cofre. “O delegado acessou o site e preencheu nosso formulário. Aí fiz uma apresentação do Pegaí para um grupo de servidores da delegacia”, explicou o idealizador do Pegaí e seu coordenador, Idomar Augusto Cerutti.


O cofre que irá abrigar os livros do projeto foi cedido pela própria instituição que irá abrigar esta nova ideia: o prédio da Delegacia da Receita Federal em Ponta Grossa. “A ideia do cofre veio quando mostrei a nossa geladeira e o armário literário”, contou o coordenador. “Disse para eles que seria legal ter uma estante ‘não-convencional no local’”, disparou.

Para Cerutti, o local que abrigará os livros do Pegaí na Delegacia não poderia ser melhor. “Sempre guardamos em cofres objetos de valor. No caso do Pegaí, nossos maiores valores são nossos livros”, avalia, explicando que no caso deste cofre, o valor estará disponível para todos que por lá passarem. “Nosso cofre ficará sempre aberto, à disposição dos leitores”, antecipa.

Além de disponibilizar um novo local para o Pegaí – com este serão 14 estantes permanentes – o contato do delegado da Receita Federal rendeu outros ‘dividendos’ ao Instituto. “Conseguimos a adesão de mais servidores à idéia”, contou Horn, que fará uma campanha de coleta de livros junto aos colaboradores da Receita Federal. “Para que possamos ter um ‘enxoval’ para começar as atividades”, explicou.

O cofre pesa aproximadamente 500 quilos e teve que passar por algumas adequações para abrigar os livros. “A arte foi preparada pela equipe da nossa agência de comunicação voluntária, a Elétricka. Os adesivos ficaram a cargo da M2 Gráfica Rápida”, elenca o idealizador do Pegaí, que destacou ainda o apoio do Zé Chaveiros para desativar o segredo do cofre.

Confira mais fotos da transformação do cofre aqui.
Fonte: Projeto Pegaí