Fórmula Truck: Cesquim pontua na Argentina e segue como melhor estreante

Etapa vencida por Leandro Totti foi uma das mais movimentadas do ano
Foto:  Rodrigo Ruiz/Central Press
As arquibancadas do Autódromo Oscar Cabalén, localizado em Córdoba, na Argentina, ficaram lotadas neste domingo (14), durante a sétima corrida do ano da Fórmula Truck. A prova vencida por Leandro Totti (Volkswagen) foi uma das mais movimentadas do ano, com várias intervenções do Safety Car, alguns acidentes e inúmeras ultrapassagens.

Outro destaque da corrida foi Marcello Cesquim, que cruzou a linha de chegada em oitavo e segue como melhor estreante do ano - em nono lugar na tabela de classificação. Devido a uma quebra de motor no treino de sábado, o paranaense do Mercedes-Benz #90 - que tinha andado entre os dez primeiros nos treinos de sexta - largou da 20a colocação.

Com foco em uma corrida de recuperação, ele fez uma boa largada e já estava em 14o na terceira volta. Após a bandeira amarela programada, Cesquim intensificou o ritmo e alcançou o Top 10. A partir daí, o piloto da Actioil começou a cadenciar o ritmo para poupar equipamento.

"Vi que tinham vários caminhões ficando pelo caminho, como no caso do meu companheiro de equipe (Paulo Salustiano). Por isso, resolvi tirar um pouco o pé e garantir mais pontos para o Campeonato", revela o jovem de 24 anos.

Apesar da pouca idade, Cesquim tem vasta experiência, adquirida nas pistas de terra e em categorias turismo, onde conquistou pódios e títulos. "O sonho de disputar a Fórmula Truck se tornou realidade este ano e tenho mostrado competência para permanecer na categoria. Espero continuar conquistando meu espaço, com respeito aos demais competidores e muita dedicação", argumenta.

O paranaense retorna ao Brasil nesta segunda-feira (15), já pensando na próxima etapa, marcada para o dia 12 de outubro, em Guaporé.

RESULTADO - CÓRDOBA 
1º) 73 - Leandro Totti (Volkswagen, PR), 24 voltas em 1:00:24.174 (média de 102.9 kmh)
2º) 4 - Felipe Giaffone (MAN , SP), a 1.140
3º) 3 - Geraldo Piquet (Mercedes , DF), a 1.538
4º) 77 - André Marques (Volkswagen , SP), a 2.148
5º) 85 - Danilo Dirani (Scania , SP), a 4.790
6º) 8 - Adalberto Jardim (Volkswagen , SP), a 7.985
7º) 7 - Debora Rodrigues (Volkswagen , SP), a 13.804
8º) 90 - Marcello Cesquim (Mercedes , PR), a 14.225
9º) 14 - João Maistro (Volvo , PR), a 16.176
10º) 20 - Pedro Muffato (Scania , PR), a 17.615
11º) 71 - Raijan Mascarello (Ford , MT), a 17.807
12º) 99 - Luiz Lopes (Iveco , SP), a 1:02.265
13º) 1 - Beto Monteiro (Iveco , PE), a 2 voltas
14º) 55 - Paulo Salustiano (Mercedes , SP), a 6 voltas
15º) 17 - Gustavo Magnabosco (Volvo , PR), a 6 voltas
16º) 6 - Wellington Cirino (Mercedes , PR), a 7 voltas
17º) 28 - Fabiano Brito (Scania , PR), a 10 voltas
18º) 35 - David Muffato (Ford , PR), a 11 voltas
19º) 33 - Michelle de Jesus (Volvo , SP), a 11 voltas
20º) 10 - Jansen Bueno (Scania , PR), a 11 voltas
21º) 53 - Ronaldo Kastropil (Mercedes , SP), a 17 voltas
22º) 25 - Jaidson Zini (Iveco , PR), a 18 voltas
23º) 15 - Roberval Andrade (Scania , SP), a 20 voltas
24º) 80 - Diogo Pachenki (Volvo , PR), a 20 voltas
25º) 2 - Valmir Benavides (Iveco , SP), a 22 voltas

Melhor Volta: Leandro Totti, 1:31.961 (144.5 km/h)

Fonte: Assessoria de comunicação Central Press